Como a ansiedade afeta o cabelo?

by - 21:11


A ansiedade afeta o cabelo, normalmente, intensificando a queda, a oleosidade ou o ressecamento dos fios. Alguns dos problemas menos comuns que podem ser desencadeados pela ansiedade são, além das reações alérgicas, as “patologias como a Alopecia Areata (quando falhas aparecem no couro cabeludo), a Dermatite seborreica (mais conhecida como caspa) e o Eflúvio Telógeno (queda de cabelo após situações específicas, entre elas, o estresse)”.
Isso acontece porque o estresse e a ansiedade afetam diretamente a circulação do sangue, o que influencia na queda de cabelo. Carla explica melhor essa influência: “a produção do sebo aumenta, o que colabora com a aumento do DHT, hormônio que atua diretamente na queda do cabelo. Também se fala do efeito de repouso que o estresse provoca nos folículos capilares, impedindo o seu crescimento.”

Cuidados necessários

As duas foram unânimes quanto aos cuidados necessários para evitar tais danos: procurar ajuda de um profissional deve ser o primeiro passo. Um dermatologista pode compreender os sintomas e ajudá-la a solucioná-los. Mas não somente. Ter uma alimentação saudável também é essencial, assim como se exercitar e descobrir qual a origem da ansiedade. Um nutricionista pode ajudar nesse processo de conquistar um estilo de vida mais saudável. Um psicólogo, na busca pela tranquilidade e na luta contra a ansiedade e o estresse. “Não adianta se automedicar”, enfatiza a dermatologista Carla.

You May Also Like

0 comentários